Rss
0

O Pálido Ponto Azul e a Grandeza de Deus




Pálido Ponto Azul, é uma fotografia da Terra feita por uma sonda espacial, na qual vemos o nosso planeta como um minúsculo ponto em meio de um raio solar. Esta foto acabou inspirando Carl Sagan a escrever o livro Pálido Ponto Azul. O vídeo visto na internet é bastante interessante, pois podemos pensar várias coisas a respeito desse “Pálido Ponto Azul”, pois conhecemos muito bem o mesmo, e de maneira extraordinária percebemos a beleza do universo através dessa fotografia. Nas imagens do vídeo, podemos ver uma narração feita por Carl Sagan:

Olhem de novo para esse ponto. Isso é cá, isso é a nossa casa, isso somos nós. Nele, todos a quem amam, todos a quem conhecem, qualquer um do quem escutaram falar, cada ser humano que existiu, viveram as suas vidas”. Podemos pensar inimagináveis coisas a respeito dessa fotografia, e o que é narrado no vídeo, é uma dessas coisas.


O que refletir sobre uma maravilha dessas? A Terra é um cenário muito pequeno numa vasta arena cósmica? Sim! Mas, como toda maravilha, existe um criador, e essa simples fotografia, mostra de maneira surpreendente, que o mundo não foi criado de uma explosão e sim do Deus Todo-Poderoso, criador dos Céus, do Universo, e do “pálido ponto azul”.Ah, Deus!

O que seríamos sem ele? Mesmo sendo um pálido ponto azul, o Planeta Terra, tem grandes coisas feitas pelas mãos desse grande ser. Desde coisas tão pequenas como a célula, e grandes coisas como as montanhas, picos e montes, estão presentes no nosso planeta, sendo coisas maravilhosas aos nossos olhos. E é incrível imaginar, como cada atitude que temos, como o amor, a raiva, a solidariedade, a vaidade, entre outros, acontecem sobre esse franzino e reduzido ponto azul. Como esse ponto suporta tanta maldade e crueldade? Essa pergunta pode ser respondida por pessoas experientes na vida que sempre dizem: “ É a mão de Deus sobre nós”.

Podemos considerar também, que grandes pessoas, sendo bons ou maus, viveram nesse ponto. Heróis como Martin Luther King, Nelson Mandela, Chico Mendes, Lutero e até mesmo o Herói dos Heróis, JESUS CRISTO, esteve para salvar toda a humanidade, nesse pálido ponto azul. Sabemos também que na vida não são apenas sombra e água fresca. Houve aqueles que estiveram aqui e mancharam esse pequeno ponto de sangue. Pessoas como Adolf Hitler, Sadam Hussein, Joseph Stalin, Fidel Castro e Che Guevara, existiram e ainda existem sujando o nosso planeta, que apesar de ser tão pequeno, é de uma importância tremenda.

O único planeta que tem vida, e não há mais algum, pelo menos até um futuro próximo. Isso se faz cumprir a santa palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, no Salmo 19, versículo 1 que diz: “Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos”. Que possamos agradecer todos os dias a Deus por essa maravilhosa obra.


E Aqui, uma linda música de Gladir Cabral



Em Cristo,

Kelvis C. de Oliveira.

0 comentários:

Postar um comentário