Rss
0

Agradeça ao SENHOR


Por Elayne Manuela

Você já se sentiu confuso em relação à sua fé, como se todos os dias você estivesse vivendo a mesma coisa? Por algum motivo a sua tristeza estabeleceu uma barreira ente você e Deus, e com tantas perguntas você pensar que ele estava distante de você? e muitas vezes surgem as duvidas! Começamos a reclamar e a nossa fé vai se desfalecendo e com ela a ansiedade, falta de conhecimento da palavra, falta de esperança. Pra você Deus não está mais lhe ouvindo.

Nessas situações quando começamos a reclamar, esquecemos que temos um Deus que por nós tudo executa. Fazemos planos e muita vez dá errado, ficamos frustrados, sem saber o que fazer. Mas o nosso dever é confiar em Deus. Se não deu certo, Ele sabe o que faz. Tudo é permissão dele, nada, absolutamente nada, foge do seu controle. Assim mesmo aconteceu na vida de Jó. Ele passou por diversos obstáculos, perdeu tudo que tinha. Deus deixou que o inimigo roubasse os seus bens, foi ferido com chagas, seus filhos morreram. Ele tinha tudo pra desistir, mas não, ele permaneceu fiel, adorou ao Senhor mesmo sobre lutas.

Diante desse exemplo de Jó, podemos tirar uma lição: devemos permanecer fiel ao Senhor. Devemos lhe render graças e louvores independente da situação. Jó, por ter sido fiel a Deus mesmo sofrendo, foi honrado. Deus devolveu tudo que era de Jó por direito e a felicidade voltou a reinar.

É bem difícil Louvar, orar estando cheio de problemas. Mas devemos confiar em Deus e ter a certeza que ele está conosco, que ele está na nossa frente, nos protegendo, nos guiando, consolando, mesmo que não pareça. E quando nada estiver bem, simplesmente levantes suas mãos para o céu e agradeça a Deus por tudo. Sendo assim, basta somente descansar e confiar nesse Deus que tudo pode.

Levantarei meus olhos para os montes de onde vem meu socorro? O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. (salmos 121.1-2)

***
Elayne Manuela é uma querida amiga, Pernambucana (visse?), "crente que usa calça", torcedora do Náutico e "Regueira".


0 comentários:

Postar um comentário