Rss
0

Veneno diluído também pode matar


Por Kelvis C. de Oliveira


Sou Pentecostal e não nego isso pra ninguém. Mas devo admitir que nos últimos tempos, é presenciado uma série de coisas que deixam qualquer um de cabelo em pé. Em nome de uma pseudo-espiritualidade, muitos movimentos vem aparecendo e crescendo, e entre eles está o movimento Cair no Espírito ou para muitos, o "cai cai".

Este que começou a ser conhecido mundialmente em 1994, por Randy Clark e John Arnott, da Igreja de Toronto. Hoje vemos suas visíveis manifestações nas reuniões de Benny Hinn. Claro que aqui no Brasil também existe, e também no Ceará. O triste é que em muitas igrejas, isso é recebido como de Deus. O vídeo é de 1994 e mostra a Igreja de Toronto, quando ficou conhecido o movimento.



Agora eu pergunto a você: isso é de Deus? Benny Hinn vai vir ao Brasil em fevereiro, para um congresso de fogo (fogo?). Junto a ele, vários nomes populares do hoje, Movimento Gospel. Com isso vem a preocupação e também a indignação. A preocupação está por conta das heresias (entre elas o Cair no Espírito) que vão ser distribuídas e maquiadas de Cristãs. 

"Simplesmente não podemos nos dar ao luxo de, em nome da fé, aceitar tudo o que chega até nós sem um esforço de discernir o que é e o que não é verdadeiro". (Jorge Noda)

Os Defensores de tal movimento utilizam algumas passagens bíblicas para tentar convencer de que o Cair no Espírito tem base. Textos como de Daniel 8.17, Atos 10.10, Apocalipse 1.7,  entre outras não evidenciam o cair no Espírito e nem muito menos comprovam. Tais personagens caíram em reverência ou medo.

"Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora" (I João 4.1).



Nenhuma base bíblica comprova o cair no Espírito. Ordem e decência (I Co 14.40) e o culto racional (Rm 12.1) são totalmente incompatíveis com isso. Veja abaixo um simples quadro com três afirmações relacionado com o Movimento Cair no Espírito.



Alguns podem até me chamar de incrédulo nas coisas de Deus ou algo parecido, mas estou convicto de que a Palavra de Deus não aprova tal prática. Outros tentam explicar que o Cair no Espírito acontece porque o vaso está vazio e ele transborda de uma vez com a Unção do pregador. Observe este texto bíblico:


Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco. E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo.
 (João 20:19-22)

É, ninguém caiu no espírito! Veja este outro:


No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi também ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e o seu séquito enchia o templo.Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam. E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória. 

(Isaías 6:1-3)

Será que nestes dois momentos não tinham uma Unção suficiente? 

Meus amados e queridos leitores, O Cair no Espírito não tem nenhuma base Bíblica! A Palavra de Deus nos adverte claramente pra não irmos além do que está escrito ( I Co 4. 6). Voltemos ao Evangelho Puro e Simples. Voltemos as Escrituras. Para reflexão, deixo uma última frase:

“A batalha é quase sempre ganha na mente. É pela renovação de nossa mente que nosso caráter e comportamento se transformam.” (John Stott)



0 comentários:

Postar um comentário