Rss
0

O Jovem Cristão e o perigo das Drogas



     Diferentemente do popular, a palavra Drogas vem do grego pharmakeia, tendo o seu significado traduzido para farmácia ou drogaria. É um tema delicado para a Família, para o Governo e até mesmo para a igreja. É triste, mas a realidade é que existe muitas igrejas despreparadas para lidar com este determinado assunto. O jovem crente é bombardeado de várias maneiras diferentes, e as drogas é só mais uma delas.
      O inimigo investe pesado para derrubar a Juventude Cristã. A Bíblia nos orienta a resistir ao diabo (Tg. 4.7) e a fugir das paixões da mocidade (II Tm 2.22), pois, nós jovens, somos fortes por que a palavra de Deus habita em nós (I Jo 2.13-14). Infelizmente, Satanás tem conseguido levar muitas vidas, até mesmo jovens crentes, para o mundo escuro das drogas.
     O Reverendo David Wilkerson (que já está com o Senhor Jesus), fundador do Desafio Jovem, deixou-nos algumas das razões pelas quais os jovens usam drogas:

  1. Independência
  2. Curiosidade
  3. Fugir dos problemas

     É claro que as razões são várias e não somente estas. Mas o fato é que as drogas trazem grande perigo e malefícios para a pessoa e para a família. A Bíblia Sagrada condena as drogas por que é um pecado contra o corpo (I Co 3.17), assim como a prostituição. Por isso é importante que os jovens de Deus estejam vigiando, pois Satanás, busca nos tragar (I Pedro 5.8), e quer só uma brecha para poder nos atacar. Que possamos rejeitar os pratos que o mundo nos oferece, assim como Daniel não quis se contaminar com os manjares da Babilônia (Dn 1.8).
    Sejamos cautelosos, pois o pecado pode nos deter e prender (Pv 5.23-24). Jesus Cristo é a solução, Ele é o Todo Poderoso, que tem o poder de libertar (Jo 8.36).

Pense nisso!

Álcool ou drogas, vários efeitos, só que todas artificiais, que me faziam valorizar as coisas banais e o mais importante que é o teu amor eu deixava pra trás (…) Mas houve uma luz, houve uma luz, que por nós morreu numa cruz, que se chama Jesus (…) ♫ (Wagner Reis) 



0 comentários:

Postar um comentário